Idade Mídia envolve outros alunos do colégio

Alessandra Unigria optou por estudar na área de Humanas do Colégio Bandeirantes, mas não cursou o  Idade Mídia. Mesmo assim, teve oportunidade de vivenciar um pouco dos valores do curso e atuar em dois projetos paralelos : o Blog do InterBand e o Blog da Feira de Ciências. Hoje, ela estuda Jornalismo na PUC-SP e trabalha no Portal Imprensa. Leia seu o depoimento:

 

Fui aluna do Colégio Bandeirantes de 2007 a 2009. Em 2008, no meu segundo ano, tive a oportunidade de participar do Idade Mídia, mas na época acabei deixando passar e não fiz o curso. Menos de um ano depois, já estava arrependida e pensando que poderia ter aproveitado a atividade, assim como fiz com o Monu-Em e com as aulas extras de espanhol.

Conheci o Caio Dib, que foi editor do blog do Interband e da Feira de Ciências, projetos parceiros do Idade Mídia, e ele me convidou para participar deles quando estava no terceiro ano do colegial. Foi uma oportunidade muito bacana, porque ali, realizando pequenas notas para alimentar os sites, tirando fotos e entrevistando pais e alunos, tive mais certeza do que já havia decidido anteriormente: queria cursar jornalismo.
Já na faculdade, tive a chance de contribuir novamente para os blogs, dessa vez já com mais repertório e segurança, mas sempre achando muito interessante a forte presença dos alunos, motivados e com vontade de aprender, e, ao mesmo tempo, o suporte dado pelo Idade Mídia e pela escola, em geral, para a realização da atividade com êxito.

Apesar de só ter participado dos blogs, acredito que minha experiência no Idade Mídia foi muito válida por diversos motivos. Um deles foi pelo contato com as técnicas de educomunicação, tão debatidas em ambiente acadêmico e ainda com aplicação não tão expandida. Por outro lado, foi muito positivo também pessoalmente, já que, em um primeiro momento, a atividade foi decisiva na minha ingressão no jornalismo e, em uma segunda oportunidade, cooperou para que eu aprimorasse os conhecimentos que recebi em meu primeiro ano de faculdade e os aplicasse na prática.

Lembro do dia em que fomos cobrir um dos jogos do Interband 2010 e o Alê Sayad nos deu o crachá de imprensa. Pode parecer bobo, mas até aquele momento nunca tinha recebido um em minha vida e fiquei muito feliz. Uma menina que realizava a matéria comigo aparentemente ficou contente também. Afinal, mostrar-se como jornalista é uma das vaidades de nossa profissão. Mas, mais do que isso, e é o que os alunos que participam do Idade Mídia podem ter contato, jornalismo é apuração, entrevista, busca pela imparcialidade, tesão de conseguir o melhor ângulo da foto, a melhor frase de uma pessoa, de publicar uma boa matéria e ser reconhecido por ela. Acho que o curso é uma oportunidade de ouro para todos que queiram ter um gostinho do que é ser comunicador. Foi uma experiencia diferente, eu não fiz Idade Mídia mas, mesmo assim, o projeto foi muito interessante e produtivo pra mim!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *