Visão idademidiana

Sophia Nietzert é uma daquelas garotas que fez da turma de 2009 do Idade Mídia um grupo ativo e com vontade de mudar o mundo. Ela, que cursa jornalismo na ECA-USP, deu um belo depoimento dizendo o que sentia no curso, o que aprendeu e as qualidades de quem compõe a Rede Idade Mídia. Vale assistir e ouvir um pouco do que essa garota simpática tem a dizer para entender melhor o projeto:

Vontade de mudar o mundo

Priscila Garcia foi de uma turma que ficou marcada pela vontade de mudar o mundo e inovar. Hoje, faz Relações Internacionais na ESPM e acha que esse desejo de mudança foi se perdendo naquele grupo que fez o Idade Mídia em 2009. Mesmo assim, ela ainda tenta fazer sua parte e tem grande potencial para concretizar mudanças que ela deseja na sociedade. Confira o depoimento:

Pipoca explodindo: uma história de quem não fez Idade Mídia

Gabriel Fabri não entrou no curso Idade Mídia porque cursvara a área de Biológicas, mas mesmo assim, não desistiu de se aventurar no mundo da comunicação. “É errando que se aprende né? Não deixaria os outros me ofuscarem novamente em outra oportunidade. Continuo reservado, mas aprendi a me impor quando necessário”, exclamou. Ele se envolveu com um projeto pessoal de um blog para falar sobre o que gosta: cinema, música e cultura pop. O Pop With Popcorn, em pouco tempo, virou um sucesso de público. Confira o depoimento de Gabriel:

Gabriel Fabri ao lado dos ex-idademidianos Amanda Cestaro e Ulysses Faria

Eu comecei meu blog diante do fato que escrever é algo que se aprimora com a prática. Então achei importante criar um espaço para poder praticar e submeter o resultado final para que os outros avaliassem e apontassem meus erros e acertos. Embora estivesse cursando o ano mais difícil no Colégio Bandeirantes (e ainda com o fantasma do vestibular bem a minha frente) achei que era necessário arrumar um tempo para treinar. 

Em pouco mais de seis meses, o Pop With Popcorn tem quase quatro mil acessos e é parceiro de outros três blogs de cinema de grande visibilidade, como o Cinebulição, por exemplo. Mas ainda há a faculdade e muitos livros, filmes, músicas, empregos e desafios pela frente.

Escrevo sobre os assuntos que mais gosto, cinema e música pop, por isso o nome Pop With Popcorn. A princípio, nunca achei que o blog fosse ter uma recepção tão calorosa quanto teve e fico muito feliz com isso. O blog acabou se tornando um incentivo pra mim e pra minha futura carreira. Mostrei-o para vários profissionais, inclusive o Alexandre Sayad, que me ajudou bastante me dando oportunidade de fazer cobertura jornalística para o Interband 2011 e me apresentando ao crítico e jornalista Sérgio Rizzo.

Indústria e Jornalismo de Moda é apresentada aos alunos

Os alunos do Idade Mídia 2011 tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais do mercado de comunicação na área da moda em palestra com a jornalista Mariana Baccarin. Além de assistir ao vídeo, vale ler a história de Jefferson Pacheco, aluno de 2010 que já gostava dessa área antes da palestra e ficou ainda mais entusiasmado com a indústria da moda depois de conhecer Mariana.

Viver, para ter senso crítico

Lucas Hirata não aceita ficar restrito ao comum, preso num mundo de poucas perspectivas. O Idade Mídia foi rico por ter apresentado novas possibilidades de carreira e de vida para o rapaz que tinha Direito como profissão certa a seguir. Hoje, está terminando o curso de jornalismo na USP e o de relações internacionais na PUC-SP. Confira o depoimento em vídeo e não deixe de ler a história de Lucas no livro Idade Mídia: a comunicação reinventada na escola.

Política para transformar

 

Lara e a equipe do Click na primeira reunião do grupo

Lara Deus teve a oportunidade de estudar no Bandeirantes graças ao projeto Ismart e não deixou a chance passar em branco. Esforçada, participou de vários projetos extracurriculares e sempre foi uma boa aluna em sala de aula. Entrou no Idade Mídia em 2010 por curiosidade, mas descobriu no curso profissão, maneira de melhorar o mundo e  também entendeu melhor o trabalho que seu pai realizava como educomunicador.

“Durante a vivência, percebi que o trabalho que meu pai fazia tem importância pras outras pessoas e, às vezes, é até mais importante do que eu pensava. O Idade Mídia me ajudou a perceber que tudo o que eu e meu pai fazíamos não era em vão. Não era só mais um trabalho; significava muito para as pessoas envolvidas”, conta na entrevista registrada no livro Idade Mídia: a comunicação reinventada na escola.

Hoje, a menina que sonha em ser política para conseguir melhora efetiva para seu país, está prestando vestibular para a faculdade de jornalismo e participa do grupo de jornalismo comunitário Click, um olhar diferente para o mundo, criado por uma ex-aluna de outro projeto educomunicativo de Alexandre Sayad.

 

O prazer em contar histórias

Menina dedicada e com uma história que motiva, Priscila Rocha também teve um pouco da sua vida contada no livro de 10 anos do Idade Mídia. Nela, citamos alguns trabalhos que ela fez na área de jornalismo, como a história do cacique Almir. Além disso, ela trabalhou no e matérias que escreveu no site universitário da PUC Kilometro cero.

“Não existe nada mais interessante do que contar histórias de pessoas reais que fazem coisas grandes, que têm futuro, ambições, que querem mudar o mundo. Não existe nada melhor do que contar histórias sobre pessoas comuns que tenham vidas diferentes, e sobre alguma coisa que as faz ser diferentes de todo mundo”, disse. Não deixe de ler a história desta ótima contadora de histórias.

 


Idade Mídia na moda

Participar do Idade Mídia ajudou Jefferson Pacheco principalmente na escolha profissional. “Entrei no Idade Mídia  e decidi fazer moda. Descobri que não precisava separar uma profissão da outra”. O curso aproximou Jefferson de um mundo que ele já admirava há muito tempo”.

Em 2010, conheceu profissionais da comunicação e da moda que se tornaram contatos importantes dentro da Rede Idade Mídia. “Foi muito bom conhecer a Mariana Baccarin [jornalista que conversou sobre jornalismo de moda com os alunos do curso]. Minha reportagem para a Caleidoscópio foi sobre o mercado para estudantes de moda. Hoje eles são meus amigos”, orgulha-se.

Além disso, o Idade Mídia também teve importância, segundo ele, no desenvolvimento da personalidade e da identidade. “A experiência evidenciou muitas coisas pra mim, e eu decidia se aceitava aquilo ou não. Foi um período de decisões. O Idade Mídia é a cola entra as minhas partes”, brinca.